2020: Desfrute com mais saúde!

27.12.2019

Com a chegada do novo ano, as pessoas fazem projetos para combater o que consideram estar mal nas suas vidas. Caem em promessas de emagrecer, de ir ao ginásio, de alterar o estilo de vida…

As promessas são feitas em Janeiro, mas na maioria dos casos essas mudanças não são sustentadas e ao fim de pouco tempo acabam por não ser cumpridas. Tentativas de mudança muito radicais e pouco realistas não costumam funcionar.

Se o objetivo é perder um quilo por semana, significa que devemos queimar 7 700 calorias, pois são essas calorias que tem um quilo de gordura corporal. Queimar 7 700 calorias só com o exercício seria muito extenuante e levaria ao abandono, o ideal é fazer uma combinação, ou seja, controlar o que comemos e desta forma ingerirmos menos calorias e, por outro lado queimar calorias através do exercício físico.

Das 1100 calorias (que é o valor que representa o que deve gastar se quer perder 1 kg por semana) pode, por exemplo, optar por queimar 550 kcal e as outras 550 kcal através da alimentação ao ingerir alimentos menos calóricos, fazendo escolhas mais saudáveis.

– Não adicione açúcar ao café. Uma saqueta de açúcar contém cerca de 8 gramas de açúcar, o equivalente a 32 kcal. Se tomar três chávenas de café por dia e não adicionar açúcar, reduz 672 calorias por semana.

– Substitua o leite gordo pelo leite magro. Assim reduz 2 gramas de gordura por cada 100 ml, ou seja, 18 kcal. Beber um copo de leite magro por dia em vez de leite gordo, reduz 252 calorias por semana.

– Beba água em vez de refrigerantes. Um copo de coca-cola (250ml) contém cerca de 25 gramas de açúcar. Por dia representa 100 kcal, o que significa que vai reduzir 700 kcal por semana.

– Uma lata de cerveja tem cerca de 162 calorias. Se evitar beber cerveja todos os dias, ao final de uma semana, só em cerveja vai reduzir 810 kcal.

Um dos maiores inimigos da sua saúde são as dietas demasiado drásticas. A adoção de dietas bastante restritivas do ponto de vista calórico, que reduzem o peso à custa da perda de bastante massa muscular, podem diminuir em 30% o valor do metabolismo basal. Não é de estranhar que a grande maioria das pessoas que perdem peso demasiado rápido, com frequência o recuperem para um valor idêntico ao inicial ou mesmo superior.


A ajuda de um especialista é preciosa para se conseguir uma perda de peso eficaz e duradoura. Um nutricionista verificará se há de facto excesso de peso e ajudará a detetar os erros que estão a ser cometidos ao nível da alimentação. Desfrutar da comida, do prazer de comer, mas também da saúde são perfeitamente possíveis. Basta seguir pequenas rotinas diárias, que podem ser cumpridas por todos.

Para além de reduzir calorias através da alimentação, aumente o gasto energético. Esta forma conjugada é a mais adequada para emagrecer, além disso acelera o metabolismo o que significa que conseguirá queimar calorias mesmo depois de parar de fazer exercício físico.


Votos de um excelente ano!

Ângela Moreira | Nutricionista (CP 1500N)