Antioxidantes O que são? Onde encontrar? E qual a sua importância?

30.06.2021

Felizmente na última década a preocupação com uma alimentação saudável assemelha-se a uma linha crescente principalmente em desportistas recreativos e atletas, expostos diariamente a diferentes condições de treino.

A prática desportiva é uma agressão ao organismo com a consequente formação de radicais livres (espécies reativas que fragilizam e oxidam as proteínas afetando a sua função e transcrição genética) e com isso aumento do stress oxidativo. Também a poluição, o tabaco, a radiação ultravioleta e insónias, são determinantes deste crescente stress oxidativo.

Os antioxidantes, de uma forma simplista, atenuam o stress oxidativo neutralizando os radicais livres protegendo o organismo da sua toxicidade, diminuem a inflamação e dores musculares.

Deste modo, uma alimentação rica em alimentos com potencial antioxidante trará inúmeros benefícios, mas não a sua suplementação (frequentemente em elevadas doses e sem averiguada a sua necessidade), uma vez que a inflamação pós-treino é fundamental para gerar adaptações positivas ao treino, melhoria contínua da performance e um bom estado de saúde.

Os antioxidantes encontram-se essencialmente na fruta, legumes e outros alimentos de base vegetal. Importa destacar dentro destes:

Vitamina A e o seu percursor Beta-caroteno predominantemente em alimentos de cor amarela ou laranja, como a manga, cenoura, batata-doce, damasco e dióspiro;

 

Vitamina C presente em frutas e hortícolas de cor verde-escuro e vermelho, citrinos como a tangerina, o limão, laranja, toranja, morangos, kiwi, papaia, salsa e pimentos;

 

Vitamina E presente no azeite, sementes e frutos oleaginosos;

 

Carotenoides predominantemente em fruta e hortícolas de cor amarela ou cor-de-laranja, como a manga, papaia, cenoura, abóbora, batata-doce e espinafres;

 

 Licopeno presente no tomate e melancia;

 

Ácidos Gordos ómega 3 essencialmente no salmão, arenque, congro, sardinha, enguia e óleo de fígado de bacalhau;

 

Polifenóis presentes na fruta, nos hortícolas, cereais e algumas bebidas como o vinho tinto, as uvas, o chocolate negro, o cacau, e o chá verde.

Como pode verificar, o melhor antioxidante encontra-se presente em alimentos naturais, se possível da época e acessível à carteira de qualquer um: kiwi, laranja, tangerina, mirtilos, tomate, salsa, abóbora (…) fica-lhe bem mais económico do que qualquer multivitamínico da moda.

Fortifique a sua dieta em antioxidantes e verá melhorias a longo prazo quer no treino, quer na sua saúde.

Patrícia Ferreira Moreira, C.P. 4112N