CHEGOU A HORA DE MUDAR: EMAGREÇA!

10.01.2022

A balança e o espelho acusam alguns (ou muitos) quilos a mais ou as roupas começam a apertar? Antes de entrar naquelas dietas sem pés nem cabeça, que prejudicam o organismo e são garantia de recuperar tudo o que perdeu, descubra como obter melhores resultados.

Selecionar cuidadosamente o que se come pode ser um bom começo. E isso passa por evitar alimentos gordurosos e açucarados; por tomar um bom pequeno-almoço e por comer várias vezes ao dia sem ficar mais do que 3h30 sem comer. Mastigar devagar é também fundamental.

Muitas pessoas não resistem aos encantos do açúcar e rendem-se principalmente ao chocolate, quase todos os dias e em doses exageradas. Se o açúcar representa o paraíso na Terra cada vez que passa pela nossa boca, o doce também é cruel com a nossa silhueta. Então, porque não proibir? Estudos comprovam que, quando se restringe demais, cortando radicalmente os alimentos mais amados, o risco de um ataque ao frigorífico aumenta.

Uma vez por semana será o ideal. E procure optar por doces que levem fruta como mousse de maracujá, sorvete, tarte de maçã, bolo de laranja, em vez daqueles que são apenas chocolate. Assim, reduz o teor de gordura da sobremesa e minimiza as calorias. Quando for impossível resistir ao doce que mais gosta, divida com uma amiga. Assim, as duas saboreiam a delícia sem sair da linha.

Descarte de uma vez por todas aquela velha estratégia de “cortar” com o pão, massa, batata e arroz para obter um emagrecimento rápido. Vários estudos já provaram que reduzir drasticamente o consumo de hidratos de carbono provoca cansaço, queda no rendimento intelectual e até mesmo depressão. Mas como mantê-los no plano alimentar e perder peso? É preciso saber escolher bem. O refinado (presente no pão branco, nos biscoitos) e o simples (como o açúcar) são campeões em aumentar a sua fome. Ao serem ingeridos, o organismo liberta rapidamente altas doses de insulina para manter o índice de glicose no sangue sob controlo. E esse processo aumenta bastante o apetite. Para diminuir a fome, nutrir o seu organismo e deliciar-se com as refeições, opte pelas versões integrais.

Um dos maiores inimigos da sua saúde são as dietas demasiado drásticas. A adoção de dietas restritivas do ponto de vista calórico, que reduzem o peso à custa da perda de bastante massa muscular, podem diminuir em 30% o valor do metabolismo basal. Não é de estranhar que a grande maioria das pessoas que perdem peso demasiado rápido, com frequência o recuperem para um valor idêntico ao inicial ou até mesmo superior.

A ajuda de um nutricionista é crucial para se conseguir um emagrecimento eficaz e duradouro. Lembre-se: emagrecer é perder massa gorda, não apenas peso. Procure ajuda especializada!

Ângela Moreira | Nutricionista Especialista (CP 1500N)