Retenção de líquidos: como detetar e reduzir?

31.01.2022

O corpo humano é composto por, aproximadamente, 60% de água. Água essa que é responsável por ajudar o corpo a funcionar corretamente e pela dissolução de nutrientes e eliminação de resíduos.

Quando o corpo não consegue eliminar o excesso de água, acontece o fenómeno denominado retenção de líquidos. Esta água acumulada em excesso é muitas vezes temporária e facilmente tratada o que não significa que em alguns casos seja a necessária intervenção médica (situações em que a retenção de líquidos é consequência de uma condição médica grave).

A tradicional retenção de líquidos é caracterizada pela acumulação de água no corpo, principalmente nas extremidades (pés, tornozelos…) o que pode levar a um aumento de peso máximo de 5kg.

Existem vários fatores que podem condicionar o aparecimento de retenção de líquidos, no entanto maus hábitos alimentares e de sedentarismo são os dois principais no que toca acumulação de água em excesso sem razão médica.

Então o que pode fazer para evitar ou melhor a retenção de líquidos?

O primeiro passo é criar rotinas mais ativas (exercício físico) e aumentar a ingestão de água ou de infusões/chás com propriedades diuréticas (cavalinha, hibisco, dente de leão…).

Deve também consultar o seu nutricionista Playlife para rever os seus hábitos alimentares e ajustar a sua dieta à condição em que se encontra. Diminuir a ingestão de alimentos processados, produtos de charcutaria, fast food e refeições pré confecionadas, uma vez que este tipo de alimentos são ricos em sal. Utilize ervas aromáticas nos seus cozinhados de forma a fazer pratos deliciosos sem por em causa a sua condição. Prefira alimentos ricos em água e potássio como hortícolas e fruta para que seja estimulada a eliminação de água pelo organismo.

Não use a retenção de líquidos como desculpa! Coma bem, treine e descanse e de certeza que irá conseguir atingir os seus objetivos!

Domingos Soares 3082N