Será o jejum intermitente a receita mágica para perda de peso?

30.09.2021

Atualmente no mundo das dietas para perda de peso, os termos jejum intermitente ou intermittent fasting estão associados à melhor receita para atingir o objetivo que sempre quis. Mas será que o jejum intermitente é mesmo a solução para todos os quilos a mais?

A fórmula para perda de peso é simples: consumir menos calorias do que as que gastámos; portanto, independentemente da estratégia utilizada, se este princípio for respeitado, a probabilidade de sucesso é alta.

O jejum intermitente implica que haja uma restrição na janela temporal para a ingestão de calorias, ou seja, em vez de ter 12-16h para poder comer, esse tempo fica limitado a um intervalo de tempo mais curto, muitas vezes compreendido entre as 6-8h.

Respondendo à questão inicial, posso afirmar que o jejum intermitente é uma estratégia válida para a perda de peso; no entanto, não há evidência científica que defenda que utilizar o jejum intermitente como estratégia de perda de peso, tenha mais ou melhores resultados que uma dieta convencional se o consumo calórico e de macronutrientes for semelhante.

 

Por exemplo, se na dieta convencional fizer 5 refeições/dia de 500kcal e no jejum intermitente apenas fizer 3/dia de 500kcal, é natural que com o jejum intermitente tenha melhores resultados porque está a aplicar um défice calórico superior (2500>1500).

Acima de tudo, o plano alimentar deve ser adaptado aos gostos, rotina e estilo de vida do cliente para que a adesão ao plano seja fácil. Portanto, o melhor conselho que lhe posso dar é: em vez de falar com o amigo ou vizinho para saber qual o truque dele/a para perder peso, contacte o seu nutricionista especializado playlife e de certeza que, juntos, conseguirão encontrar a melhor estratégia para alcançar o seu objetivo.

 

Domingos Soares CP 3083N